fbpx

Como o mercado de product design impulsiona a inovação na sua empresa?

Descubra como o mercado de product design pode colaborar com UX e impulsionar a inovação na sua empresa para gerar novos negócios!

Mesmo que você esteja longe do campo do design, deve ter ouvido falar em “experiência do usuário” (UX), uma vez que tem sido uma palavra da moda nos últimos anos, principalmente no mercado de product design.

Ela representa um processo contínuo onde a análise dos usuários e seu contexto serve como ponto de partida para todo o design e desenvolvimento de um produto.

Vamos discutir algumas ideias sobre como as equipes de UX podem envolver todos na empresa para ajudar na inovação. Confira o texto!

Atribuições da área UX

A área de UX é um termo muito amplo que abrange muitas habilidades diferentes e descrições de funções. No entanto, aqui está uma amostra generalizada do que bons profissionais fazem pela sua empresa:

  • Desenvolver roadmaps para produtos digitais;
  • Otimizar seu produto por meio do pensamento lean para atingir os objetivos de negócios de sua empresa;
  • Concentrar-se em entender sua base de clientes para avaliar a satisfação e apontar locais para melhorias.

As tarefas típicas de um profissional de UX variam, mas geralmente incluem pesquisa de usuário, criação de personas, design de wireframes e protótipos interativos, bem como projetos de teste.

Essas tarefas podem variar muito de uma organização para outra, mas sempre exigem o foco nas necessidades dos usuários e em utilizá-las no centro de todos os esforços de design e desenvolvimento.

Para garantir que isso aconteça e que apenas features relevantes sejam incluídas no produto, a área de UX conta com metodologias como:

  • MoSCoW (deve ter/deveria ter/poderia ter/não vai ter);
  • modelo Kano (recursos básicos, encantadores e inovadores);
  • RICE (alcance, impacto, confiança e esforço);
  • matriz GUT (gravidade, urgência, tendência).

UX estimula a inovação empresarial

Um bom time de UX é o “intermediário” para sua empresa. Ele garante que todos os departamentos fiquem no caminho certo para tornar seus produtos efetivos para seus objetivos de negócios e seus consumidores.

Como resultado, isso significa lucros maiores e clientes mais felizes. Portanto, o gerenciamento adequado da experiência do usuário é vital para o sucesso do seu produto e do seu negócio.

Veja 2 exemplos de como esse setor pode impulsionar a inovação na sua empresa.

1 — Incentivar as ideias de toda a empresa

Antes de mais nada, é importante lembrar que você nunca sabe de onde virá sua próxima grande ideia de produto.

Por exemplo, alguém em sua equipe de suporte ouviu de um cliente a ideia para uma solução de um desafio comum do usuário.

Eventualmente, momentos luminosos como este podem acontecer em qualquer departamento da sua organização.

Sendo assim, quando você começa a incentivar as pessoas em toda a sua empresa a apresentar suas ideias de produtos, sua equipe começa a encontrar mais oportunidades de negócios.

2 — Compartilhar os experimentos com toda a empresa

Uma ótima maneira que o mercado de product design explora a criatividade coletiva é por meio da exposição de seus experimentos.

Você criou um MVP (Minimum Viable Product ou Mínimo Produto Viável)? Então, libere essa primeira versão aos seus clientes e veja se eles respondem positivamente.

Em seguida, mantenha a empresa informada sobre o resultado. Independente do resultado apresentado, isso mostra aos outros departamentos que a empresa vê o fracasso como inevitável, porém necessário para o sucesso.

O usuário no centro das soluções

Um bom time de UX cria uma experiência positiva para o seu usuário, antecipando e atendendo às suas necessidades. Qualquer produto ou serviço de sucesso, como um site ou aplicativo, precisa de um bom design de UX.

Com ele, os clientes permanecerão satisfeitos e (idealmente) leais ao seu negócio. Sem ele, o usuário pode ficar frustrado e amargurado com o produto, resultando, em última análise, em menos vendas.

A boa notícia é que finalmente as empresas começaram a discutir sobre a importância de uma UX eficaz e buscam gastar tempo e dinheiro em seu desenvolvimento.

Mas o que as faz pensar assim?

O sucesso de um negócio depende muito do quanto os clientes gostam do produto. Entender a experiência do usuário visa aumentar a satisfação, tornando os produtos mais úteis e fáceis de usar.

Muito além de elementos visuais

Algumas pessoas podem pensar que a UX é baseada nos elementos visuais do design, mas é muito mais do que isso.

É um processo complexo que consiste em muitos estágios, incluindo pesquisa do usuário, wireframing, prototipagem, design visual e gráfico, animação e teste.

Requer tempo e conhecimento para criar uma UX efetiva, razão pela qual pode envolver investimentos adicionais nem sempre esperados pelas empresas.

No entanto, a experiência do usuário é benéfica para startups e produtos já existentes, uma vez que auxilia em muitos aspectos que formam o produto de sucesso, incluindo envolvimento do usuário, usabilidade, utilidade e taxas de conversão.

Se você tem um produto digital ou um site complexo, como varejo, é crucial ter um design UX eficaz. Isso ajuda a organizar o conteúdo das páginas da melhor forma para a percepção dos usuários e tornar a navegação mais clara.

Sem um design de UX apropriado, há o risco de perder usuários porque eles podem achar seu produto muito complicado.

Em busca de uma usabilidade eficaz

Hoje, a palavra “simples” não está associada a algo chato. Agora é um aspecto crucial de um produto de sucesso.

Donald Norman em seu livro “The Design of Everyday Things” (Design do dia a dia) diz que duas das características mais importantes de um bom design são a capacidade de descoberta e a compreensão.

Os usuários esperam que os produtos sejam simples e claros no uso, para que possam se sentir confiantes no que estão fazendo e não precisem de muito esforço.

Isso é ainda mais verdade quando pensamos em produtos digitais.

O objetivo da área de UX é criar uma experiência consistente para os produtos digitais para manter a mente dos usuários à vontade. Uma solução eficaz guia os visitantes pelos sites e aplicativos, mostrando o que você pode oferecer.

O melhor momento para entrar no mercado de product design é agora!

Por fim, a lição para os interessados no mercado de product design é ficar de olho nas mudanças, prestar atenção às tendências e se qualificar quanto antes.

Afinal, o futuro da força de trabalho está mudando, e cabe às empresas e profissionais assumir a responsabilidade por seu sucesso a longo prazo e adquirir as habilidades e ferramentas necessárias para se manter atualizado.

Conheça nossos bootcamps da área de Product: Product DesignProduct Discovery e Priorização de Produtos. Escolha o seu!

How Education

Bootcamps imersivos, práticos e de curta duração com facilitadores das principais startups do mundo.

Voltar para blog