fbpx

Investimento-anjo overview

Criamos um overview sobre investimento-anjo para compartilhar com você.

O que é investimento-anjo?

Investimento feito por pessoa física com capital próprio em startups.

Quais as contribuições de um investidor-anjo?

Agregam valor ao negócio e ao empreendedor através do seu conhecimento, experiência e rede de relacionamentos, além dos recursos investidos.

Perfil do investidor-anjo

São empresários, empreendedores ou executivos que geralmente possuem uma carreira sólida, alocando recursos suficientes para investir em novas empresas.

Onde investem?

Um investidor-anjo procura investir em negócios com alto potencial de retorno e com impacto positivo na sociedade, através da geração de oportunidades de trabalho e geração de renda.

De onde vem o termo “anjo”?

O termo é utilizado porque esse investidor não fornece apenas o capital necessário para o negócio, mas o que é conhecido como smart money (além dos recursos financeiros, as contribuições de um investidor-anjo estão relacionadas a fatores como mentoria, rede de relacionamentos etc).

Como funciona?

O investimento-anjo geralmente é feito por um grupo de 2 a 5 investidores. Esse formato é adotado para que os riscos sejam diluídos e também para o acompanhamento dos negócios que recebem o aporte financeiro.

Investimento-anjo significa investimento de altíssimo risco

O investidor-anjo trabalha com as exceções e não as regras: segundo a Ace Startups, estudos mostram que 7 em cada 10 startups que receberem aportes de investidores fecham as portas antes de 5 anos de existência, o que significa que todo o capital foi perdido. Em contrapartida, quando se acerta, os múltiplos de retorno podem superar em dezenas de vezes o valor investido.

A importância do investimento-anjo para as startups
Uma pesquisa conduzida pelo MIT e por Harvard concluiu que o investimento anjo é essencial para a evolução das startups, principalmente porque elas tendem a crescer mais rápido, por conta do capital investido, da mentoria direcionada e do networking dos investidores-anjo.

Criamos um check-list com requisitos para buscar investimentos para sua startup. Confira:
– 
O investimento-anjo geralmente é realizado para startups com faturamento inferior a R$ 1 milhão por ano.

– Os investimentos são indicados para empresas que precisam de aportes que variam entre R$ 50 mil a R$ 600 mil.

– A startup deve apresentar algum tipo de inovação, que pode ser de produto, serviço, produção, modelo de negócio ou comercialização.

– Escalável. Potencial de crescimento, margens superiores a 40% e crescimento sem aumento significativo dos custos operacionais.

– Mercado-alvo com tamanho significativo (geralmente superior a R$ 500 milhões/ano).

– Barreira de entrada — o negócio não pode ser facilmente copiado pelos concorrentes.

– A ideia não basta. Capacidade de execução, equipe, um plano bem estruturado e interesse de compra por parte dos clientes é fundamental para a captação do investimento.

 

Quer saber mais sobre investimento-anjo?
Selecionamos trechos da entrevista de Léo Jianoti — CEO na CWB Capital & Investidor Anjo na Curitiba Angels e investidor de empresas como Contabilizei e James Delivery — para o jornal Gazeta do Povo.

Qual a importância do investimento anjo para novos negócios?

Eu divido em duas grandes frentes. O capital vai construir alguns atalhos no crescimento da empresa. Você vai poder contratar pessoas que seu fluxo de caixa não permitia antes, vai poder comprar equipamentos que naturalmente a companhia não teria dinheiro para comprar. Então, nesse momento você acelera o desenvolvimento da empresa. Por outro lado, o conhecimento do investidor-anjo ajuda o empreendedor a não cair em armadilhas que ele cairia normalmente numa das fases mais delicadas do negócio, que é o início. O investidor tende a ser uma pessoa mais experiente, seja como executivo, como empreendedor, seja como alguém que já esteve na sua cadeira como tomador de decisão. Tem alguns desafios no crescimento da empresa que talvez sejam mortais. Essa mentoria junto com o dinheiro acaba qualificando muito o início do negócio.

Qual é o valor de um cheque de um investidor-anjo?

A área amadureceu e acabou criando fases e cada fase tem seu desafio a cumprir e um valor médio de investimento que mais ou menos se aplica. O anjo está investindo no negócio no momento de criação de produtos e validação no mercado. Estamos entre o protótipo e as primeiras vendas, fase em que a gente costuma investir entre R$ 400 mil e R$ 600 mil.

O investimento hoje é feito muito em rede, ou seja, além de dividir o valor com mais pessoas, divide também o conhecimento. Em rede, o ticket médio por pessoa está em R$ 30 mil.

Nesse trecho da entrevista, Léo Jianoti fala sobre o que é mais importante no momento de fazer um investimento-anjo:

Eu nem falo do negócio, mas do empreendedor. Nesse mercado de investimento anjo, a gente investe mais no jóquei do que no cavalo. Eu tenho hoje 11 negócios investidos, talvez metade deles não é aquilo que eu investi no começo. Eles se transformaram, pivotaram de alguma forma que a ideia inicial já não existe mais. Então, o que dá valor a esse projeto? O valor é o empreendedor, ou seja, entre um excelente negócio e um péssimo empreendedor eu prefiro um péssimo negócio com um bom empreendedor, porque ele vai encontrar saídas no meio do caminho.

O empreendedor é o diferencial de um negócio

Uma empresa é sempre o empreendedor fazendo as regras do jogo. Eu só estou orientando, tentando direcionar aquela energia, que é muito forte. Eu prefiro assim, ter que segurar e controlar, no bom sentido, muita energia do que ficar dando energia para quem não tem direção.

Voltar para blog