Logomarca da How Bootcamps
Uma introdução rápida ao Design Thinking

Uma introdução rápida ao Design Thinking

Comunidade How

Comunidade How

Esse é o primeiro artigo de uma série de três partes sobre Design Thinking e suas etapas, escrita por Eduarda Vilas Boas e publicado originalmente aqui.

O que é Design Thinking

Uma forma inovadora de pensar e resolver problemas

O Design Thinking é um conjunto de métodos e processos prático-criativos, que juntos auxiliam na identificação de problemas e soluções com o objetivo de promover inovação.

“O processo de inovação consiste em recriar modelos de negócio e construir mercados inteiramente novos que vão ao encontro de necessidades humanas não atendidas. […] Entretanto, inovar não é uma tarefa fácil.”

(Maurício Vianna, autor de “Design Thinking – Inovação em negócios”)

Reprodução: Google

Pilares do Design Thinking

O Design Thinkin possui 3 pilares que nada mais são do que valores da abordagem. É importante que todas elas sejam respeitadas para que de fato você esteja inovando e promovendo uma boa experiência.

Reprodução: Google

1. Empatia

Compreender o contexto de outras pessoas e mergulhar em suas necessidades é essencial para buscar soluções que realmente atendam ao usuário ou cliente – não aquelas que você acredita que são.

2. Colaboração

Colaboração também é sobre ter abertura para lidar com o outro, considerando impressões e interpretações de quem vem de um contexto diferente do seu. Falar e ouvir profissionais de outras áreas, com habilidades multidisciplinares, é algo que enrique bastante o processo.

3. Experimentação

Uma coisa que temos certeza hoje em dia é que não há receita de bolo ou segredo mágico para o sucesso. Tudo o que temos são hipóteses que precisam ser validadas – e quanto mais cedo isso acontecer, melhor. Elimine verdades absolutas que só existem na teoria, identifique oportunidades de melhoria e siga em frente sempre que possível.

Etapas do Design Thinking

O Design Thinking é dividido em 4 etapas: imersão, definição, ideação e prototipação. Essas etapas são usadas da seguinte forma:

Fonte: How Bootcamps: Formação UX Design.

Que refletem as seguintes questões ao processo “O QUE VAMOS FAZER?” (nas etapas de imersão e definição) e “COMO VAMOS FAZER?” (na etapa de ideação e prototipação).

Fonte: How Bootcamps: Formação UX Design.

É essencial se reunir com sua equipe, planejar o trabalho a ser realizado e definir regras e parâmetros que vão orientar a boa execução das tarefas. Da mesma forma, analisar o contexto do usuário e observar os problemas presentes é imprescindível para entender qual o obstáculo a ser superado.

  • Imersão (entender)

Coletar dados e imergir (dar profundidade) no contexto do projeto.

  • Definição (definir)

Organizar as informações coletadas e definir o problema a ser resolvido.

  • Ideação (idear)

Usar a criatividade para gerar soluções para o problema definido.

  • Prototipagem (teste)

Tangibilizar a ideia em um protótipo para validar com pessoas usuárias e receber feedbacks.

Mas, antes de falarmos mais a fundo sobre cada uma dessas etapas vale destacar que qualquer abordagem que visa encontrar uma solução deve começar com uma etapa prévia de entendimento e observação.

Nos próximos artigos iremos trazer cada uma dessas etapas mais detalhadas com ferramentas, processos e exemplos.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Outros artigos que você pode gostar

Logomarca da How Bootcamps