Logomarca da How Bootcamps
UX: Não tema e confie no processo

UX: Não tema e confie no processo

Um singelo checklist do que aprendi durante o bootcamp de UX Designer da How Bootcamps.
Comunidade How

Comunidade How

Skills Not Degrees

Esse artigo foi escrito por Suellen Leão (UX/UI Designer) e publicado originalmente aqui.

Eu gosto de iniciar meus artigos enaltecendo a comunidade que tem contribuído para meu crescimento na área, seja com apoio dos que dela participam, seja pela mentoria que fui agraciada, seja pelas oportunidades que ela oferece em conjunto com empresas parceiras. Obrigada PretUX, não só pela bolsa desse bootcamp, mas por tudo que você tem feito pelas pessoas.

Esse artigo resolvi escrever de uma forma diferente, ele não vai ser um textão explicando a técnica utilizada para chegar no resultado final durante o UX Design Bootcamp em parceria com a How Education e PretUX, mas quis escrever sobre as lições que aprendidas.

Lições aprendidas

  • Pode parecer estranho no início, mas persista — no final, se você respeitar as etapas do processo de design, terá o resultado desejado;
  • Defina o objetivo do projeto e revisite-o sempre que necessário. Ao revisitá-lo, você garante que os próximos passos estarão de acordo com a finalidade;
  • Defina o seu público, ouça-os, entenda suas necessidades e projete soluções para eles;
  • Persista e saiba o seu objetivo pessoal. No meu caso, houve desistência dos integrantes do grupo e, com isso, ainda estou finalizando alguns itens que não tinha tanta familiaridade como UI, por exemplo. Mesmo que demore, persista, mantenha seu foco e peça ajuda para o pessoal de design. A galera é super solícita e com certeza alguém irá lhe ajudar.
  • Realize benchmark, ou seja, dê uma olhada na concorrência, o que eles estão fazendo de bom, o que ainda podem melhorar, como o público vê o que eles estão fazendo. Nesse item, vale você pesquisar sobre eles, entrar na AppStore e/ou playStore e avaliar as diferenças entre a solução deles e a sua;
  • Não se apaixone pela solução. Sabemos que o desapego machuca (rs), mas você definiu um público certo? Então ouça seu público afinal, se fosse para fazer uma solução que só você gosta e a maioria sugere mudanças, há algo de errado, certo?
  • Teste sua solução com seu público, desta forma, você consegue descobrir ideias importantes para aprimorar sua solução. Ah, após redesenhar, teste novamente. Testes de usabilidade antecipam problemas, geram novas ideias que podem ser revisitadas mais à frente e mais uma série de benefícios;
  • Priorize o que será construído e quais serão suas primeiras entregas. Uma metáfora interessante para entender esse ponto é “Ao invés de começar a resolver os problemas do mundo, o que acha de tentar resolver os problemas do seu bairro?” — How Education. Pense do menor para o maior.
  • Faça um Wireframe: parece estranho quando você o vê pela primeira vez mas acredite, vale a pena! Depois, realize testes com seu público com o protótipo de baixa finalidade. Você vai perceber que um protótipo nunca está 100% pronto, sempre haverá melhorias.
  • Cuide primeiro das pessoas e confie no processo. Sim, você ouvirá essa frase em todas as etapas do bootcamp e acredite, faz total sentido.

Gostaria de agradecer imensamente a bolsa que me foi concedida pela comunidade PretUX que visa aumentar a inserção de pessoas pretas no mercado de trabalho, diversificar a tecnologia brasileira e difundir conhecimentos de UX.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Outros artigos que você pode gostar

Logomarca da How Bootcamps