fbpx

Descobrindo o mundo do Product Design

Principais insights do curso da How Bootcamps

OBS: Artigo criado por Willer Neves (UX Researcher — UX/UI Designer) publicado originalmente aqui.

Nesse mês de outubro recebi da comunidade PretUX a grande oportunidade de realizar o curso de Product Design na How Bootcamps. O curso, ministrado pela Andressa Siegel me possibilitou ter vários insigts que me ajudaram a pensar de uma maneira diferente sobre a minha missão na área do design (a qual está só no começo).

E aqui vão esses insights…

De onde viemos e para onde vamos?

Unsplash

Antes de tudo, design é sobre CONECTAR e FACILITAR: pessoas, ideias, estratégias e processos.

A sua essência está em investigar problemas para criar soluções para eles e as atividades de um designer estão ligadas a encontrar durante esse processo a forma de gerar maior valor para os principais stakeholders envolvidos. Nesse caminho, o saber se desapegar de egos e dar ouvidos a essas outras pessoas envolvidas é fundamental.

O grande aprendizado disso tudo foi perceber que, infelizmente (ou felizmente), um designer não gostar de estar envolvido com esse tipo de atividade (focada em pessoas) se torna apenas uma espécie de pixel pusher, focado apenas em construir e melhorar elementos de telas. O centro do design é o pensamento em problemas, e a tendência é que muitas outras partes do seu trabalho possa ser “comoditizado” (design systems, ferramentas, UI kits…).

Diante disso, o caminho do design é gerar cada vez mais valor não só para usuários mas também para a estratégia dos negócios.

O trabalho nunca acaba, o jeito é priorizar

Image for post

Print de uma das telas da aula

Aqui percebemos que o trabalho de design de um produto digital nunca tem um fim. A constante busca em atender usuário e negócio, restrito às limitações técnicas, é o caminho para gerar maior impacto para ambos.

Por isso, no meio de tanta coisa para fazer, é que a gente entende a importância de todo ferramental (etapas, frameworks, métodos e aplicações) que utilizamos, todos eles nos ajudam a PRIORIZAR nossas atividades.

Seja o método MOSCOW, a matriz de Valor vs Esforço, Story Mapping, Value Proposition ou qualquer outro, uma coisa que eles tem em comum é priorizar ações com base nas necessidades e impacto. Eles ajudam a organizar o caminho da criação de soluções (fundamentado no famoso double diamond): Obter inputs >> Investigar >> Priorizar >> Entregar outputs >> Gerar outcomes.

Image for post

Print de uma das telas da aula

É isso: outcomes!

Dos vários conteúdos e momentos de construção em grupo, os aprendizados que mais me marcaram foram esses ligados ao mindset focado no impacto que nós, enquanto designers, podemos gerar para negócios e usuários.

Um bom produto cria uma ponte entre as necessidades do usuário e os objetivos da empresa.

Esses foram “meus outcomes”, insights valiosos para mim, em fase de migração para a área de design, que vou levar por toda a minha carreira. Saber onde se tem que chegar ajuda muito a dar confiança durante todo o processo e agradeço a comunidade PretUX, a How Bootcamps e a Andressa Siegel por ter me possibilitado aprender isso.

Até a próxima!

Willer Neves é UX Researcher — UX/UI Designer e foi aluno do Bootcamp Product Design, com a Andressa Siegel. A nova edição do Bootcamp começa no dia 09.01.2021.

Voltar para blog